Deus é bom e dura para sempre


Dizem que o que é bom dura pouco.
Discordo. Meu Deus é Bom e dura para sempre.
Sua palavra é boa e também dura para sempre.
Sua benignidade é boa e dura para sempre.
Quer mais? Leia a Bíblia


Moda Evangélica



R$ 209,90
ou 3 x R$ 69,97

ACOMPANHA CINTO
Marca: Bella Herança
Segmento: Moda Evangélica
Coleção:  Outono  2015



R$ 209,00
ou 3 x R$ 69,67
Marca: Bella Herança
Segmento: Moda Evangélica
Coleção:  Inverno 2015

Contra o casamento e a Família


A família é uma instituição Divina. Cada um de seus membros deve fazer a sua parte a fim de promover a felicidade, a integridade e o fortalecimento da união familiar; e desempenhar sua missão bíblica para a glória de DEUS Ela é tão importante, que foi criada antes da Igreja, antes do Estado, antes da nação.
 Deus não fez o homem para viver na solidão. Quando acabou de criar o homem, Adão, o Senhor disse: "Não é bom que o homem esteja só. Far-lhe-ei uma adjutora, que esteja como diante dele" (Gn 2.18).
Deus tinha em mente a constituição da família, mas esta não está completa só com o casal. Por isso, o Senhor previu a procriação, dizendo: "Crescei e multiplicai-vos e enchei a terra (Gn 1.27-28).
 Fica mais clara a origem da família, quando lemos: "Portanto, deixará o homem seu pai e e sua mãe e se unirá à sua mulher e serão ambos uma só carne" (Gn 2.24). "O homem" aí é o filho, nascido de pai e mãe. Deus fez a família para que o homem não vivesse na solidão (Sl 68.6; 113.9).


Parabéns pelo seu dia


Viver a dois



Chá das Cinco - Camila Menezes

Blog da Minha filha Camila Menezes
:



Casamento Blindado - Dicas de Livro


No livro Casamento Blindado – O Seu Casamento à Prova de Divórcio, Renato e Cristiane Cardoso defendem que é possível ter um relacionamento feliz e duradouro. 


http://www.casamentoblindado.com/index.html

Isaias 49:15


O trajeto do milagre na vida de Naamã


CONSEQUENCIAS DA LEPRA NA VIDA DE NAAMÃ



ESTUDO BIBLICO: O TRAJETO DO MILAGRE NA VIDA DE NAAMÃ

CONSEQUENCIAS DA LEPRA NA VIDA DE NAAMÃ

No sentido literal a lepra iria destruir Naamã e sua relação com a família
O pecado traz consequências terríveis para nossa vida quando não há arrependimento e mudança em nossas vidas.

O que poderia acontecer se Naamã não tomasse uma atitude em relação a sua lepra?
Já pensou? Então vamos conferir algumas consequências que a lepra traria para sua vida.

1.1 - Perda da família

Como a doença da lepra era viral, e com o avanço dela em Naamã, seria necessário que ele viesse a se separar da família, até por que isto era lei em quase todas as nações, tanto que em Israel os leprosos viviam fora da cidade.

Se aquilo continuasse Naamã não poderia mais beijar sua esposa, se ele tivesse um filho não poderia mais abraçá-lo, se sua mãe fosse viva não poderia mais deitar-se com a cabeça no seu colo, a lepra tinha o poder de destruir a relação familiar do leproso.
Quantos não têm visto as suas famílias serem destruída por causa do pecado.
Pais quem tem perdido a autoridade espiritual, e seu testemunho dentro de casa, tudo porque os filhos sabem e conhecem a vida leviana que eles vivem fora da igreja.
Outro dia tivemos um problema em nossa Igreja, uma adolescente foi em uma festa de uma amiga não crente e acabou se embriagando lá.
A noticia chegou aos ouvidos do pastor, então foram chamados à garota e seus pais para tratar do assunto, e segundo o pastor os pais foram bem ásperos na conversa, não aceitando a correção da filha.
Pouco tempo depois o pai da garota foi flagrado por um irmão da Igreja, comprando um engradado de cerveja no supermercado.

Então fica a questão como pode um beberrão corrigir outro beberrão?
Mesmo que ele quisesse repreender a sua filha não teria autoridade, pois o mesmo não é exemplo dentro de casa, e não guarda o seu bom testemunho.

E o que aconteceu após o episodio do engradado de cerveja? A família não agüentou a repreensão e todos se afastarão da Igreja,
E hoje infelizmente a garota já é mãe sem mesmo ter completado a maioridade, o pai está completamente afundado no alcoolismo, e a mãe sofrendo com toda a situação.

1.2 - Perda da posição

È lógico que quando a noticia se esparramasse pelo batalhão que Naamã era leproso, seria iminente a perca do seu posto, pois qual seria o soldado que aceitaria ser comandado por um leproso? (os leprosos sofriam preconceito)
Mesmo ele sendo um herói, e tendo uma história gloriosa mediante o seu povo, seria impossível a sua continuidade.
A lepra arrancaria dele, aquilo que ele mais amava fazer, ser um general de guerra.

Não importa a historia que nós temos na Igreja, ou a posição que temos se deixarmos o pecado entrar em nossas vidas, tudo aquilo que levou anos para conquistarmos será destruído em questão de dias.

1.3 - Perda da dignidade

O homem que era visto como herói, em pouco tempo perderia o seu prestigio e passaria a ser lembrado e reconhecido como um simples leproso.

Ninguém mais iria querer estar ao lado de Naamã, seus amigos e admiradores nem passariam mais perto dele.

Seria muito semelhante preconceito sofrido pelos aidéticos, certa vez eu vi minha mãe jogar um copo fora, depois de ter dado água pra um colega aidético dela, ela pensou que correríamos o risco de nos tornarmos aidéticos ao usar o mesmo copo que um aidético usou, mesmo após lavá-lo.
É lógico que foi uma atitude ignorante e preconceituosa de minha mãe, mas como eu disse isso ainda acontece muito nos dias atuais.

O pecado oculto quando descoberto, destrói a nossa moral, arranca de nós a nossa dignidade.
Quantos homens de Deus que já vi sendo poderosamente usados na mão de Deus, hoje estão completamente destruídos e sem força para reagir.
Tudo por que deixaram o pecado agir no seu coração, e quando o vento soprou a sua queda foi grande.
Casos de adultério, furtos, prostituição e muitas outras coisas, e hoje mesmo que alguns tenham se arrependido amargamente, não conseguem resgatar o mesmo brilho que tinham antes, pois o seu testemunho foi manchado.
Mas Jesus tem poder para restaurar todas as coisas.

O pecado traz graves consequências a nossa vida, muitas das vezes atinge a nossa familia, moral e dignidade.
É necessario que nós vigiemos para que não venhamos cair no erro.

NAAMÃ E OS SINTOMAS DA LEPRA

Uma vez já infectado pela lepra agora ela vai se desenvolver pouco a pouco em nosso corpo e assim conseqüentemente trazer os seus terríveis sintomas
Na vida espiritual não é diferente, os resultados do pecado não aparecem de repente na nossa vida, mas sim vai se desenvolvendo até nos destruir por completo

Leia o que diz a bíblia:
“Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.

Não erreis, meus amados irmãos.” (Tiago 1. 15-16)

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor. “ (Romano 6:23)Por isso devemos ficar atentos aos sintomas da lepra, para que ela não nos destrua.

OS TERRIVEIS SINTOMAS DA LEPRA

1.1 - Insensibilidade

Um dos primeiros efeitos da lepra, devido ao acometimento dos nervos, é a supressão da sensação térmica, ou seja, a incapacidade de diferenciar entre o frio e o quente no local afetado. (Fonte Wikipedia)

O leproso perde a sensibilidade, perde o poder e a capacidade de sentir, e já não faz distinção das coisas, assim acontecia com Naamã.

Quantas pessoas já não sentem mais a presença de Deus, quantas pessoas já não choram mais nos cultos, quantas pessoas já não glorificam a Deus com sua própria vida.
Vão aos cultos, ouvem a palavra de Deus, ouvem os louvores, mas não sentem nada.

E sabe por que não sentem nada?
Por que os seus corações estão tomados pelo pecado, pessoas que tem levado uma vida dupla, vivendo apenas de aparência, pessoas que não oram, não jejuam e nem testemunham a sua fé em Jesus.
Perderam a sensibilidade de ouvirem a voz mansa do supremo Pastor.
E geralmente essas pessoas costumam colocar a culpa nos outros, os louvores são frios, a palavra é sem graça, e não conseguem enxergar que há uma grande lepra em seu coração que anulou a sua sensibilidade com Deus.
Naamãs leprosos que estão dentro de nossas Igrejas.

1.2 - Manchas
Outro sintoma da lepra são as manchas que vão aparecendo com o tempo, e conforme a doença vai avançando chega um momento que é impossível esconde-la.

O cristão que permite o pecado agir na sua vida tem como conseqüência a mancha no seu testemunho.
No principio os leprosos até tentam esconder o seu erro, mas como o pecado não se satisfaz, ele vai tomando conta da nossa mente e corpo.
E chega um momento que ela vem à tona, pois não há nada em oculto que não venha ser revelado.
Se lembram de Davi, quando adulterou e cometeu suicídio,achou que seu pecado ficaria escondido, tentou e manipulou meios para esconder as suas manchas, mas como nosso Deus é fiel e repreende a todo quanto ama, trouxe a luz o seu erro, para que ele fosse repreendido.

A igreja de Jesus não pode ter mancha alguma.

“Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. “ (Efésios 5:27)

Não deixe que a mancha do pecado destrua o seu testemunho, vida e casamento.

1.3 - Destruição do corpo

Com o passar do tempo a doença vai avançando e agora começa a atacar os nervos corporais, cartilagens como orelha, nariz vão se desfazendo.
A lepra destrói e talvez esse fosse o receio de Naamã.

Quantos cristãos têm sido destruídos tanto fisicamente como espiritualmente pelo pecado.
Pessoas que um dia sonharam em ser pastores, pregadores, obreiros da casa do Senhor, hoje já nem pensam mais nisto, por que o pecado destruiu os sonhos que estavam em seus corações.
Cristãos que tem deixado que o pecado destrua o seu casamento e a sua família, seus lares estão completamente tomados pelo mundanismo.

E a sua vida com Deus vai sendo destruída pouco a pouco sem que ele perceba.
Acorde! O salário do pecado é a morte.
Você é templo do Espírito Santo, você não é seu dono, você pertence ao Senhor.

NAAMÃ E AS CAUSAS DA LEPRA 

A lepra não chegou à vida de Naamã do dia para noite, e nem tampouco foi por uma razão hereditária, se ele adquiriu esta doença há uma razão,.
Em algum lugar ele esteve ou alguma coisa ele fez.

Como funciona a transmissão da lepra?
A lepra é transmitida por gotículas de saliva. O bacilo Mycobacterium leprae é eliminado pelo aparelho respiratório da pessoa doente na forma de aerossol durante o ato de falar, espirrar, tossir ou beijar. Quase sempre ocorrem entre contatos domiciliares, geralmente indivíduos que dormem num mesmo quarto.

Como já vimos na primeira parte a lepra é símbolo do pecado, e assim como devemos tomar precauções contra a lepra na vida cotidiana, devemos também vigiar para que o pecado não contamine a nossa alma.

AS POSSIVEIS CAUSAS DA LEPRA NA VIDA DE NAAMÃ

1.1 – Contato direto com leprosos
Como vimos acima à lepra pode ser transmitida pelo falar, espirrar, tossir ou beijar, sendo assim entendemos que Naamã poderia ter um amigo leproso que transmitiu esse vírus pra ele sem que ele percebesse.
Isto é muito profundo quando aplicamos em nossa vida espiritual, é necessário que nos vigiemos com as nossas amizades.
Como pode um jovem cristão, namorar uma pessoa não cristã?
Como pode um cristão ir tomar conselhos de uma pessoa que não conhece Jesus?
Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo? (Amos 3:3)
Temos que tomar cuidado, pois muitas pessoas têm caído no pecado e se afastado dos caminhos do Senhor, justamente por causas de suas amizades, e de suas sociedades. Até mesmo na Igreja temos que tomar cuidado com quem iremos nos associar, pois o “joio” tem em todo lugar.
E talvez você me pergunte: Não posso ter amigos não cristãos?
Não amado (a) não é isso que estou querendo dizer, o que quero que você entenda é que temos que impor limites aos nossos relacionamentos externos.
Vigiar sempre, pois satanás tem nos rodeado como um leão, e muitas das vezes, ele usa esses tipos de pessoas para nos desviar dos caminhos do Senhor, com conselhos mal dados e exemplos de vida que não agrada a Deus.
Você já deve ter lido ou assistido alguma coisa sobre Absalão, filho de Davi.
O filho que perseguiu o próprio pai, querendo tomar o seu trono, e sabe por que isto aconteceu? Por causa da amizade que ele construiu com um traidor chamado Aitofel.
Precisamos vigiar, pois o pecado jaz a porta.
Com quem você tem andado?
Com que os teus filhos tem andado?
Com quem os membros da sua Igreja tem andado?

1.2 - Frequentar ambiente de leprosos.
Como já vimos pode-se adquirir o vírus da lepra através do ambiente, se não foi através de um amigo, pode ter sido através de um ambiente que Naamã costumava freqüentar.
Nós como cristãos devemos tomar cuidado com os lugares que nós freqüentamos, existem lugares que não são pra nós, existem lugares que foram criados para manifestação do pecado.
Como pode um casal de cristãos irem a Motéis?
O motel é um ambiente que foi criado para a manifestação do adultério, prostituição, fornicação, sodomia, sexo impuro e muitas outras coisas.
Como pode um cristão se deitar onde meia hora antes um par de homossexuais se depravaram em sua sensualidade?
Como pode um cristão freqüentar bares?
Um lugar criado para que os vícios e as palavras torpes se manifestem, com cheiro da fumaça de cigarro, palavras de baixo calão para todo lado, muitas das vezes brigas e até mortes.
Se fosse citar lugares desapropriados para cristão, ficaria aqui o dia inteiro.
Devemos ter consciência do lugar que estamos freqüentando.
Mas irmão o mundo não precisa receber a luz?
Sim, precisa, mas para isso não é necessário que venhamos nos escarnecer, nos assentando com escarnecedores da palavra de Deus.
Cuidado com o lugar que pisa a planta do vosso pé.

1.3 – Através da refeição
Como vimos o vírus da lepra pode ser transmitido até mesmo através da alimentação, se o caso for alimentação conjunta, pois a saliva é o grande meio de transmissão.
Naamã pode ter comido ou bebido junto com um leproso.
Precisamos separar a nossa refeição.

Fico muito feliz pela atitude do profeta Daniel.
O rei havia oferecido uma comida especial, era a melhor comida do reino, mas Daniel sabendo da contaminação que havia na mesa do rei (digo espiritual), pediu para que a sua alimentação e a de seus amigos fosse separada.
E no final vemos que ele e seus amigos eram os maios fortes e formosos do reino.
A igreja de Cristo deve separar a sua alimentação, não podemos comer o que o mundo come, não podemos beber o que o mundo bebe.
Não me refiro à comida terrena, mas sim a comida espiritual.
O mundo come pornografia, alcoolismo, tabagismo, engano, prostituição, mentira, inveja, traição, cobiça, ódio e muitas outras coisas.
Mas a verdadeira Igreja de Cristo não deve ser participante destas coisas.
Não podemos ocupar o nosso tempo alimentando a nossa alma com estas coisas, a nossa comida deve ser diferente.
A comida da igreja é fazer a vontade de Deus, é orar, jejuar, amar o próximo, adorar ao Senhor.

Quantos jovens em nosso meio têm comido da pornografia?
O vicio que ninguém vê que ninguém se importa, e que tem destruído a vida espiritual de muitos jovens, os levando aos caminhos da fornicação e prostituição.

Quantas mulheres de nossas igrejas tem se alimentado das novelas mundanas?
Transformando as vossas mentes, em cabeças independentes, que não necessitam do homem, aprendendo novos conceitos que contradizem a palavra de Deus.
Precisamos separa a nossa alimentação.

Naamã e uma vida dupla

Herói ou Leproso? Qual a sua escolha?
Texto: 2 Reis c2 v1

“E NAAMÃ, capitão do exército do rei da Síria, era um grande homem diante do seu senhor, e de muito respeito; porque por ele o SENHOR dera livramento aos sírios; e era este homem herói valoroso, porém leproso.”

Introdução:
Lendo a bíblia sagrada Deus me trouxe uma grande revelação através da vida deste homem chamado Naamã.
Foi orando e lendo a bíblia que Deus sussurrou no meu ouvindo me dizendo: “Naamã vivia uma vida dupla”
Por um momento eu parei, pensei e comecei a meditar no que o Senhor havia me dito.
E o que Deus me revelou foi tão forte, que quando preguei este sermão pela primeira vez na igreja onde congrego, vi muitas pessoas chorando e se arrependendo na presença do Senhor.
Vamos então analisar a vida deste homem, e aprender algumas lições espirituais

I - NAAMÃ, O HOMEM QUE VIVIA UMA VIDA DUPLA
Vamos analisar seu perfil, para entendermos melhor

Quem era Naamã?

1.1 - Ele era um general vencedor
Naamã havia atingido o topo do sucesso, pois através dele o povo havia saído vitorioso de uma batalha, era um herói para o seu povo, imagino que onde passava era reconhecido pelo sucesso de seu trabalho, havia atingido o topo da satisfação pessoal.

1.2 – Ele era rico
Você já conheceu um general pobre?
Seria quase impossível encontrar, ainda mais se fosse um vencedor como Naamã, tenho certeza que ele tinha uma das melhores casas, as melhores, roupas, a dispensa de sua casa era cheia, empregados não faltava, se fosse hoje com certeza teria um carro zero, sem contar que era queridinho do rei.

1.3 - Ele era respeitado
Tenho certeza que por onde passava era admirado e notado, todos queriam estar perto de Naamã.
Os jovens queriam ser como ele, e as garotas se casar com alguém como ele.
Ele era o modelo de um vencedor, um ícone para o seu tempo.

1.3 - Porém, Ele era leproso
Nas ruas, nos becos e nas reuniões ele era um herói, aclamado, admirado e notado, mas a partir do momento que ele entrava no seu quarto e fechava a porta, a lembrança da lepra que estava no seu corpo vinha à tona.
Quem o via pelas ruas, não sabia que por detrás de toda aquela pompa havia um leproso.
Quem ia imaginar que um dos maiores ícones do país tinha uma doença mortal.

Reflexão da Palavra
A lepra oculta aos olhos de todo povo, é símbolo do pecado oculto.

Quantas pessoas têm vivido uma vida semelhante à Naamã.
Pessoas que tem a admiração de toda Igreja, são aclamados, admirados e considerados colunas da Igreja.
Na igreja demonstram uma espiritualidade fora do comum, seguem os costumes e os dogmas da Igreja a risca, cantam, pregam e até dão conselho espiritual.
Mas quando estão em lugares que os irmãos não podem ver, fazem coisas terríveis e levam uma vida completamente contraria a palavra de Deus.
Obras como adultério, pornografia, prostituição, bebedices, mentiras, estelionato, espancadores de mulheres e outras coisas infinitamente piores do que estas.
Levam uma vida de aparência, são verdadeiros leprosos sem compromisso com Deus.
Quantos Naamãs estão dentro de nossas Igrejas, aparentam uma coisa, mas o seu interior está completamente deteriorado.
Talvez você têm levado uma vida como esta, mas quero lhe dizer que a lepra mata.

Sejamos santos, não apenas na Igreja, mas também fora dela, pois o mundo necessitada experimentar o sal da terra.

O trajeto do milagre na vida de Naamã

1.1 - A CURA DE NAAMÃ

Tenho certeza absoluta que Naamã mesmo que as escondidas já havia procurado uma solução para o seu problema, era rico, era influente, e deve ter ido aos melhores médicos e curandeiros de sua época, mas o resultado todos nós sabemos, foi um verdadeiro fracasso, até por que a lepra era um grande desafio para medicina da época.
Até que ele resolveu dar atenção as simples palavras de uma jovem serva de sua casa.

“E disse esta à sua senhora: Antes o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria da sua lepra.”

Aplicação Pessoal

Somente o cordeiro de Deus é capaz de nos purificar de todo pecado, não existe homem, ou anjo, ou demônio que tenha essa capacidade.

“Eis ai o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (Jo 1:29)

Só há uma maneira de termos a nossa vida transformada e restaurada, através Jesus Cristo, aquele que morreu e ressuscitou por nós.

1.1 – Naamã, e o obstáculo para sua restauração.

Orgulho
“Porém, Naamã muito se indignou, e se foi, dizendo: Eis que eu dizia comigo: Certamente ele sairá, pôr-se-á em pé, invocará o nome do SENHOR seu Deus, e passará a sua mão sobre o lugar, e restaurará o leproso.”

O orgulho de um homem pode ser o grande obstáculo de sua restauração.
Precisamos abrir mão do nosso orgulho e entendemos que necessitamos ser restaurados pelo Senhor, precisamos reconhecer a nossa pequenez e a necessidade da graça de Deus.
Lembra-se de Herodes, morreu comido por vermes, por não ter reconhecido a graça de Deus.
Não importa se você é pastor, presbítero, pregador ou obreiro da igreja, não importa o quão grande seja a sua influencia e o seu carisma mediante aos irmãos que te cercam, não deixe o pecado te matar.

Pois é muito melhor perder o glamour e a admiração do homem, do que perdermos a nossa salvação em Cristo Jesus

1.2 – Naamã e o Jordão
“Então desceu, e mergulhou no Jordão sete vezes, conforme a palavra do homem de Deus; e a sua carne tornou-se como a carne de um menino, e ficou purificado.”
Para que Naamã fosse restaurado, ele teve que mergulhar por sete vezes no Jordão, precisou entender que era necessário obedecer a palavra do profeta para ser curado.

Jesus Cristo é o nosso Jordão, e somente ele pode nos purificar do pecado.

Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça (1Jo 1.9)

Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo? (Hb 9:14)

Para alcançarmos o perdão de Cristo é necessário que mergulhemos Nele com toda nossa mente e coração.

Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações. (Tiago 4:8)

CONCLUSÃO
Por algum tempo Naamã viveu uma vida dupla, hora herói e hora leproso, mas ele tomou uma decisão que mudou a sua vida, ele optou por continuar sendo o herói do seu povo. Pois se ele continuasse a viver uma vida dupla, a lepra tomaria conta do seu corpo, e mais cedo ou mais tarde ele morreria.
É necessário que uma decisão seja tomada, pois se não mergulharmos logo no nosso Jordão que é Cristo, o pecado pode nos matar, tanto espiritualmente como fisicamente.
Mergulhemos no Jordão


Autor: Michael Bastos