Como ser o marido dos sonhos

“Deixará o homem pai e mãe e se unirá a sua mulher” (Mateus 19:5). “Deixar” é “deixar para trás” e "partir" da ligação de seus pais. “Unir” é “grudar como cola”.
Seja o cabeça como Cristo é o cabeça da igreja e o salvador do corpo (Efésios 5:23, 1 Coríntios 11:3). Como o “cabeça”, Cristo é aquele que tem autoridade, aquele que conduz e sustenta, aquele cuja palavra é suprema. Como o “salvador”, ele é o protetor e o fornecedor, o grande sacrifício e o mediador em nosso interesse.
Cuide daqueles de sua casa (1 Timóteo 5:8). O homem que não cuida dos seus não é um homem de verdade.
Ame sua esposa como Cristo amou a igreja e se deu por ela (Efésios 5:25). Jesus é o maior exemplo devido ao seu amor sacrificial. Sua esposa terá prazer em submeter-se a um homem que a ame desse modo.
Viva com sua esposa em uma maneira compreensiva, dando lhe a honra como a parte mais frágil (1 Pedro 3:7). Se você queix-se que não compreende sua esposa, é melhor você aprender a entendê-la, porque Deus ordena que compreenda! Ela merece honra.
Não trate a sua esposa com amargura (Colossenses 3:19). Como no ponto anterior, isso envolve o tratamento justo que sua esposa merece.
Conceda a sua esposa o afeto que lhe é devido (1 Coríntios 7:3). Você é obrigado, entre outras coisas, a satisfazer suas necessidades e seus desejos sexuais. Muitos casamentos poderiam ter continuados se isso fosse praticado.
Não prive sua esposa de seu corpo, porque pertence-lhe (1 Coríntios 7:4-5). Não cumprir suas obrigações conjugais com sua esposa é roubar o que lhe é devido.
Não provoque seus filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor (Efésios 6:4). Seja justo e honesto. E não deixe toda a disciplina para sua esposa, porque a responsabilidade é sua.
–por Andrew Mitchell

Quando fazemos algo de todo coração

Quando fazemos algo de todo coração, o trabalho não se torna entediante, quando concentramos nossa mente naquilo que estamos fazendo, quando damos toda a atenção a uma determinada tarefa, quando fazemos um trabalho da melhor maneira possível, nossos esforços são recompensados. Até mesmo as tarefas mais comuns do dia-a-dia nos oferecem a oportunidade de glorificarmos a Deus, pelo simples gesto de fazermos bem feita. Então, mude sua perspectiva, conduza sua vida de uma maneira diferente a partir de hoje. Quais as coisas que têm sido chatas, insuportáveis, entediantes? Seu trabalho? As tarefas domésticas? O seu casamento? Suas orações? Suas idas a igreja? Mude! Faça de coração e alma! Veja com outros olhos! Empenhe-se o máximo que puder! Não faça superficialmente! Faça de todo coração! E logo, logo, você vai ver o resultado, sem precisar de ninguém além de você mesmo e Deus.

E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, Col. 3:23

Blusa Floral na Posthaus

Blusa Floral com Manga Curta e Decote RedondoNa PosthausCódigo do produto: 2218376
Essa blusa é uma daquelas que não pode faltar nas suas produções do dia a dia.
O modelo é básico, porém ganha destaque e charme com a estampa floral.
Aposte e produza diferentes looks, usando com saias, shorts ou calças.  
 
 
Material: 100% Algodão.
Cor: Floral.
Tamanhos: P, M, G e GG.
  



 

Eu te abençoo

A Bíblia diz que temos que abençoar um ao outro para que assim vivamos em amor. Por isso, estou te enviando esta mensagem. Hoje é dia de abençoar! Eu abençoo você: Abençoou o teu coração. Tua vida. Tua saúde. Teu lar. Tua família. Teu trabalho. Tuas finanças e teus projetos, em nome de Jesus! Escolha quem você quer abençoar e envie também.

Indicador de caráter


Sua vida é a maior empresa

Sua vida é a maior empresa do mundo. E você pode evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”.
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Augusto Cury

Casamento de Barro e Casamento de Cristal

Humildade é para a alma assim como o barro mantido em movimento pelo amor. Esse é o humor do amor. Casamentos de cristal são tão lindos quanto frágeis e sem a graça da cura para as quebras, e para as cicatrizes dos tombos e dos acidentes.

Casamentos de barro são sempre tão simples e limpos como o milagre da vida. Se houver a energia do amor que mantém o barro em movimento na roda da vida, e se houver umidade para mantê-lo em seu estado mais forte, que é o de quebramento, então o casamento barro sempre se renovará em fraqueza se estiver na roda do amor-vida. 

Caio Fabio

Bem-Vindo Ano Novo

Estive um tempo sem postar, confesso que nem ser o porquê, talvez por falta de tempo, ou de inspiração... Sentia falta, mas o core-corre da vida, nos leva sempre a abrir mão de algumas coisas... O importante é que estou de volta ao meu cantinho, e "o meu coração ferve com palavras boas"; falarei do que tenho vivido, visto e ouvido.
Tenho em meu coração e mente, trabalhar mais e mais para o meu Senhor, servir ao meu Deus, que tem feito grandes coisas em minha vida e na minha família. E no quanto ele tem sido Maravilhoso conosco, de tantas ciladas tem nos livrado, das lanças que tem desviado de nós... Somente através da fé, é que podemos ver e viver o que estou Falando, por isso eu te convido caro leitor e visitante, a compartilhar conosco as maravilhas que Deus tem operado, e as que ele ainda vai operar em mim,em você, em todos nós. Eu desejo e Declaro um ano de Vitórias, para todos nós, aqueles que temem ao Senhor e anda nos seus caminhos,e que deposita a sua Fé no deus todo poderoso, único digno de Honra, Glória e Louvor.

A importância da Aliança no casamento


– Aliança com Deus
Os casais cristãos tem uma aliança perpétua com Deus e com seu cônjuge. Eles se amam, amam a Deus e a sua família. Eles andam segundo o padrão bíblico para os lares.

– O casamento é indissolúvel
“Portanto, o que Deus ajuntou não separe o homem” (Marcos 10:9).

– A submissão é mútua
Cada um se submete aos desígnios de Deus para o matrimônio, ou seja, cada um exerce sua função e seu papel dentro lar como o Senhor instruiu. Antes de tudo devemos estar “sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo” (Efésios 5:21).

– Todos os atos devem ser em amor
“…tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai” (Colossenses 3:17).

– Não existe egoísmo no matrimônio
“O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também, semelhantemente, a esposa, ao seu marido” (1 Coríntios 7:3).

– O amor é incondicional
Os homens devem amar suas esposas como Cristo amou e ama a Sua igreja.

“Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela” (Efésios 5:25).

“Assim também os maridos devem amar a sua mulher como ao próprio corpo. Quem ama a esposa a si mesmo se ama” (Efésios 5:28).

“Maridos, amai vossa esposa e não a trateis com amargura” (Colossenses 3:19).

“Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações” (1 Pedro 3:7)

– Submissão e auxílio espontâneos
As mulheres devem ser submissas e auxiliadoras idôneas de seus maridos.

“Disse mais o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea” (Gênesis 2:18).

“As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor”(Efésios 5:22).

“Esposas, sede submissas ao próprio marido, como convém no Senhor”(Colossenses 3:18).

“Mulheres, sede vós, igualmente, submissas a vosso próprio marido, para que, se ele ainda não obedece à palavra, seja ganho, sem palavra alguma, por meio do procedimento de sua esposa, ao observar o vosso honesto comportamento cheio de temor” (1 Pe 3:1,2).