Os inimigos do casamento

Todo casamento tem inimigos externos( amizades erradas, desonra, pornografia, certos programas de tv, acesso a coisas erradas na internet...etc). Os homens são mais propensos a cair nessas ciladas, principalmente por serem demasiadamente "autoconfiantes", e acharem que sempre sabem o que está fazendo, com quem está se metendo e até onde podem ir sem machucar suas esposas.

Esses inimigos aparecem em formas diferentes e utilizam estratégias diferentes (conhecido sapatinho de lã) e usam muitas vezes, pessoas próximas para destruir seu casamento sem que você perceba.

Certamente eles irão conspirar para destruir o seu casamento, a menos que você saiba como impedi-los. Alguns desses inimigos são espertos e parecem atraentes, com o único propósito de minar o amor e a apreciação um pelo outro. Outros tentam seduzir o seu coração, alimentando-o com fantasias e comparações irreais, fazendo com que você se arrependa de ter casado com quem casou, e comece a pensar como teria sido melhor se tivesse casado com ela(e).

A Mulher Sábia Edifica sua casa

Esse versículo diz tudo o que uma mulher precisa para suportar as lutas do dia-a-dia, não deveria ser usado como crítica a cada dificuldade ou problema que acontece no lar...

Marido, priorize o seu casamento


Valorize e priorize o seu casamento


Esse é um dever importante. Foi por isso que Paulo escreveu Efésios 5.31. Lembre, marido: Depois do seu relacionamento com Deus, o relacionamento mais importante não que com sua mãe, pai e amigo, é com sua esposa. Muitos casamentos naufragam porque os cônjuges não priorizam, nos relacionamentos sociais, o relacionamento conjugal.

Agrade sua esposa
Se você se casou, saiba que um dos deveres do marido é agradar à esposa (1 Co 7. 32,33).
Caso contrário, então permanecesse solteiro! Agora que está casado, procure agradar a Deus, em primeiro lugar. Um das maneiras de agradá-Lo é agradando sua esposa.

*O apóstolo Paulo interessado no bem-estar dos casais fez uma recomendação muito sérias aos maridos, especialmente aos maridos cristãos: "Maridos, ame cada um a sua mulher". Esse amor, segundo Paulo, deveria ser o do mesmo tipo de Cristo, "como Cristo amou a igreja" e da mesma maneira que o marido AMA seu próprio corpo (Ef 5.25, 28). Como os maridos cristãos podem verificar que estão amando de fato suas esposas? Paulo dá algumas dicas:

Em primeiro lugar, um marido AMA sua esposa quando se dá por inteiro ao casamento. Foi isso que Cristo fez por nós.

Em segundo lugar, um marido está amando de fato sua esposa, quando procura sua santificação (Ef 5.26,27). Um marido cristão, por exemplo, não leva pornografia para o leito conjugal, não ínsita sua esposa a se afastar de Deus.

Em terceiro lugar, um marido AMA sua esposa quando procura o seu bem-estar em todos os aspectos: físico, emocional, social e espiritual. Leia Efésios 5.29. Você, sendo um marido cristão, cuida da sua esposa da mesma maneira que cuida do seu corpo? Você alimenta, ou satisfaz as necessidades emocionais de sua esposa.

Um marido que AMA, alimenta a esposa, não somente do ponto de vista físico, mas emocional, social e espiritual. Um marido que deseja agradar a Deus nesse papel no lar, há de ser um marido que está sempre cuidando de sua esposa.

Não somente quando está com uma enfermidade física, mas também da alma, das emoções.

Há um ditado que diz: "quem AMA cuida". Olhe para is próprio e pergunte a is mesmo se você está fazendo isso no seu casamento. Faça esse inventário conjugal e procure amar sua esposa. Amar é uma decisão, um verbo a ser cultivado todos os dias da vida conjugal. Se pararmos de conjugá-lo, com certeza, iremos diminuir a intensidade do amor para com aquela que Deus nos deu para vivermos todos os dias de nossa existência.


Fonte: Gilson Bifano

Mulher - 15 dicas para diminuir a barriga

Confira 15 dicas para reduzir a barriga e ficar em forma em poucos dias.
1.   Coma alimentos crus e ricos em fibras, para melhorar o funcionamento do intestino e a digestão;
2.   Evite bebidas com gases, elas  em geral são muito açucaradas e aumentam o volume abdominal;
3.   Não coma alimentos fritos sob nenhuma circunstância. Além possuírem muitas calorias dispensáveis pode se ingerir os mesmos alimentos com outro tipo de preparação;
4.   Evite consumir temperos prontos ou comidas congeladas industrializadas, pois possuem mais sal e promovem retenção hídrica, aumentando a sensação de inchaço;
5.   Inicie as refeições sempre com um prato raso de salada. Isso serve para "forrar" o estômago e controlar a sensação de fome. Comer uma pera 20 minutos antes do almoço e jantar também é um bom truque para diminuir o apetite.
6.   Faça alguma atividade física de forma regular. Além de ajudar a emagrecer a barriga, também melhora a circulação, o bem estar e a autoconfiança;
7.   Aumente o metabolismo, com o consumo de pimenta vermelha, chá verde, gengibre e água gelada. Esses alimentos são termogênicos e ajudam o corpo a perder calorias, mesmo parado. Cinco copos de água por dia são 200 calorias a menos;
8.   Mantenha uma boa postura, pois ela ajuda a diminuir a forma arredondada da barriga;
9.   Faça 6 refeições por dia e mastigue bastante. Assim, dá tempo do cérebro entender que já tem comida no estômago;
10. Beba bastante água de preferência longe do horário das refeições. Além de limpar o corpo, também hidrata o intestino, regularizando a função intestinal;
11. Evite os doces como sobremesas, dê preferência às frutas cítricas ou mesmo à gelatina, que também ajuda a combater a flacidez;
12. Elimine todas as fontes de gorduras de adição, como a margarina, as peles das aves ou a gordura das carnes;
13. Não coma mais de um alimento fonte de carboidrato por refeição. Por exemplo se comer batata, não precisa comer arroz ou se comer macarrão não precisa comer pão na mesma refeição.
14. Leia os rótulos das embalagens antes de comprar e tenha atenção se a informação se refere ao pacote todo ou à apenas uma porção. 
15. Siga essas dicas por, pelo menos, 10 dias e deixe o seu corpo se acostumar com essas mudanças. Os resultados aparecerão em pouco tempo.
É importante adotar um bom estilo de vida e não ficar ansioso por emagrecer, que é uma consequência natural dos bons hábitos alimentares.
Subir todos os dias na balança é desaconselhado, por isso, recomenda-se acompanhar a perda de peso sentindo a evolução na roupa e fazendo a medição da linha da cintura com uma fita métrica e se pesar, somente, a cada 10 dias por exemplo e sempre À mesma hora e na mesma balança.

Sugestão de leitura e\ou presente



OS Empecilhos Da Intimidade Conjugal


Contendas constantes; O fato de os cônjuges viverem frequentemente em contendas tem acabado com as colunas do respeito e do amor na relação conjugal. Há um provérbio popular que diz: “quando os cônjuges vivem agredindo-se, acabam caindo na tentação de uma relação extraconjugal”.

Desconfiança excessiva; Há pessoas que devido aos traumas do passado são muito desconfiadas em tudo que fazem e não dão voto de confiança a ninguém.

Picuinhas insignificantes; Há pessoas que por qualquer motivo emburram, magoam-se e arrumam brigas desnecessárias; porque é impossível uma relação sem que haja algum erro ou conflito;

Mágoas não saradas; Sabemos que um coração ferido é um campo minado e imprevisível. Portanto se não houver cura interior o cônjuge poderá se tornar espinhoso e sem dúvidas essa relação terá entraves seriíssimos...

Falta de higiene física. Aqui está uma questão que tem contribuído para incendiar ou apagar a intimidade sexual do casal. Há cônjuges que não entendem a importância da higiene física e bucal na hora das relações íntimas, causando assim um desestimulo no seu companheiro...

Obs.: Não é vergonhoso ou pecado buscar informações sobre tal assunto, mas cuidado com os exageros ou com orientações de pessoas pervertidas. Sl. 1:1.

Fazer sexo em vez de fazer amor. Os maridos devem tomar cuidado com relações sexuais pervertidas ou promíscuas e não tratar suas esposas como se fossem prostitutas. Ou seja, só as procuram quando querem satisfizer-se e após as trata como se fossem um objeto descartável. Conhecemos alguns casos de cônjuges que barganham a relação sexual com seu cônjuge em troca de algo almejado ou presentes e o pior é o outro que aceita.
Já outros vivem uma relação “galo e galinha”. Onde um se satisfaz sem se importar em dar prazer ao outro...

Sensualidade na forma de se trajar (vestir) para outras pessoas...

Preocupações ou ansiedades...

Levar problemas externos para a cama, como: problemas financeiros, da empresa, da família, de conhecidos etc.; quem faz isso é necessitado de maturidade e sabedoria, porque na cama não é lugar para se resolver problema algum.

Baixa autoestima. Quando um dos cônjuges está atravessando alguma faze ruim na vida de desemprego, enfermidade grave, perda de um ente querido, frustração profissional, dívidas, depressão ou até mesmo conflitos conjugais não resolvidos, a tendência é que a sua autoestima caia consideravelmente a ponto de atingir sua aptidão sexual e a pessoa ficar sem ânimo para nada. O que é perfeitamente natural. Principalmente a mulher que para ter êxito na intimidade sexual precisa está bem psicologicamente...

Traumas da relação passada...

Valorize sua Família


Família é Prioridade


Ninguém pode dizer ser um verdadeiro cristão sem antes cuidar dos membros da sua casa!

Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel. 1 Timóteo 5:8

Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé. Gálatas 6:10

Família é Ministério


Não há maior testemunho que o da própria família, por isso, principalmente os obreiros da Obra do Senhor, devem ter como base de suas vidas ministeriais suas famílias!

Mas, se alguma viúva tiver filhos, ou netos, aprendam primeiro a exercer piedade para com a sua própria família, e a recompensar seus pais; porque isto é bom e agradável diante de Deus. 1 Timóteo 5:4

Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia 1 Timóteo 3:4

(Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?); 1 Timóteo 3:5



Não Desista da Sua Família!


Se você já fez tudo o que podia para ajudar sua família... Continue crendo, não desista, pois Deus ama aqueles que perseveram e os responde!
E escandalizavam-se nele. Jesus, porém, lhes disse: Não há profeta sem honra, a não ser na sua pátria e na sua casa. Mateus 13:57



http://www.pastorfelipemiranda.blogspot.com/