O papel do marido vai além de pagar as contas

Deus colocou o homem numa posição de autoridade que deve ser exercida com amor genuíno (1Co 11.3). Só existirá autoridade quando o marido é sujeito a Cristo e a esposa é submissa ao marido. Se um desses relacionamentos é quebrado, a autoridade no lar sofre dano, surgindo desordens e amarguras.
“ Maridos amem as vossas esposas como Cristo amou a Igreja e a si mesmo se entregou por ela ” (Ef 5.25).

O marido deve ter prazer em honrar sua esposa, exaltá-la, fazê-la sentir-se respeitada e estimada. Quando a esposa é tratada dessa forma, em quase todos os casos, voluntariamente e espontaneamente reconhecerá a autoridade do cabeça. Esta atitude do marido para com a esposa, deve também existir dos pais para com os filhos.

“ Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento e tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil; tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações ” (1 Pd 3-7).  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Moda evangélica - Luciene Menezes