A Planta do Vizinho



Esta e a história de um jovem solitário, que admirava a planta de seu vizinho, e sonhava em ter uma planta para si.
Até que certo dia, Deus lhe concedeu uma planta só para ele, e ele então a plantou em seu quintal, e a regava carinhosamente todos os dias.
A planta crescia, e florescia, suas flores exalavam perfume sem igual, e enfeitava sua casa, e alegrava sua vida...
Mas o jovem não deixava de ir ao muro, espiar a planta do vizinho. Vendo que o vizinho não lhe dava o devido cuidado.  Passou a regar a planta do vizinho, insistentemente, diariamente, as vezes até mais de uma vez por dia. E a planta do vizinho parecia lhe sorrir  cada vez que ele a visitava.
Aos poucos o jovem foi se esquecendo de regar a sua própria planta que Deus lhe dera, e que dependia dele para florescer e exalar seu perfume. Sua planta então começou a murchar, enquanto ele regava a planta do vizinho,,,

Assim mesmo é o homem que ora a Deus lhe pedindo uma esposa, e quando Deus lhe concede, ao invés de amar, cuidar e honrar sua própria esposa, prefere cativar "amizades", dando a essas, mais importância que a sua amada. Não que um homem casado não possa ter amizades, longe de mim tal pensamento, mas que fique bem claro que a baixo do relacionamento do cristão com Deus, nenhum relacionamento deve está a frente do seu matrimônio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário